© 2019 - Cerveja de Graça para todos nós por favor

  • Facebook!
  • Instagram!
  • Bernardo Couto

Sam-Sam: Dogfish Head e Boston Beer se fundem

A notícia da fusão entre duas gigantes do mercado americano foi anunciada ontem e, claro, deu uma grande repercussão. Não podia ser diferente, pois agora teremos os dois principais Sams da cervejaria artesanal vestindo a mesma camisa: Sam Calagione e Sam Adams. São duas marcas icônicas da revolução cervejeira americana que se unem para buscar um maior fortalecimento num mercado super competitivo.


De um lado, a Boston Beer, empresa que produz a Samuel Adams Boston Lager, tem Jim Kock como líder e está em segundo lugar na lista de 2018 das maiores cervejarias americanas. Jim foi o primeiro bilionário vindo do setor de cerveja artesanal.


Sua nova parceira é a Dogfish Head, que tem à frente o rock star Sam Calagione, uma das maiores personalidades mundiais do mercado. A DFH aparece na 13a posição no ranking, e tem como carro chefe sua linha de IPAs, com a 60 Minutes, a 90 Minutes e a potente 120 minutes. Conta ainda com uma imagem associada a muita criatividade.


O negócio foi anunciado com o valor de 300 milhões de dólares, fazendo de Sam e Mariah Calagione os segundo maiores acionistas da Boston Beer Company.


Introduções feitas, o que dizem as marcas sobre a fusão? Em primeiro, elas posicionam este negócio como uma forma de se fortalecer perante os grandes conglomerados mundiais, representando, juntas, cerca de 2% do mercado e se tornam a maior empresa de capital americano do setor cervejeiro. Segundo eles, é uma forma de crescer se mantendo independente. É válido lembrar que diversas marcas foram compradas ou receberam investimentos do "grande capital", como Brooklyn, Lagunitas, Brewdog, Ballast Point, Funky Buddha... As duas, assim, apresentam um novo caminho.


Soma-se a criatividade e carisma de Sam com a visão de negócios mais agressiva de Jim, que o levou ao topo do setor craft. As duas marcas juntas conseguem vantagens logísticas, comerciais e produtivas consideráveis, e com isso, se fortalecem. Sem contar trabalharem com um orçamento mais robusto. Além da força das gigantes do setor incomodarem, hoje o mercado americano vive uma explosão de pequenas cervejarias locais. São centenas de novas marcas surgindo por ano, fazendo da vida das principais artesanais muito mais difícil do que fora no passado. Afinal, o consumidor americano valoriza o consumo local do pequeno produtor e entende que uma Boston Beer Company ou Dogfish Head não é mais tão pequena e "cool" quanto aquela micro da sua cidade que é do filho da vizinha do amigo, do cara que era da mesma série no colégio... O mercado vai se fragmentando, ficando difícil se manter grande e manter a presença forte tendo uma estratégia de distribuição em diversos estados.


Além disto, a parceria também bate muito na produção de bebidas como destilados, cidra e até chá, assim ampliando os negócios, entrando mais forte em outros mercados. Jim Koch finaliza seu comunicado colocando as duas juntas como "the ultimate craft beer company", ou seja, a principal empresa de cervejas artesanais.


É interessante notar, também, a diferença de público entre as duas. Dando uma rápida olhada nas redes sociais, os comentários na conta da DFH são de que ela se vendeu, que as cervejas vão piorar e mostram uma preocupação. Só faltou dizer que vão colocar milho nas receitas, como fazem quando a AB Inbev adquire uma nova marca. Na conta da Samuel Adams, a conversa vai na linha do parabéns, com mensagem positivas. Uma marca movida por apaixonados agora é parceira de uma marca sólida em termos comerciais e de distribuição.


Finalizo com algumas perguntas que o futuro vai responder, mas vocês podem fazer o papel de Mãe Diná aí nos comentários.


É uma nova referência para o mercado americano e, consequentemente, para o brasileiro? Veremos novas fusões por aí?


Será que as duas marcas vão se tornar uma só num médio/longo prazo?


O que vale mais: uma legião de fãs completamente apaixonados ou um produto icônico de grande volume de produção e com forte apelo comercial? Qual lado vai pesar mais na balança após essa fusão?


Vão colocar milho na Dogfish Head?


Vão colocar mais lúpulo na Boston Lager?

156 visualizações